CONTATO: valter.roberta.padulla@gmail.com

domingo, 22 de setembro de 2013

(fev/2013) VIAGEM DE CARRO NATAL-RN até SÃO PAULO-SP

VIAGEM DE CARRO NATAL-RN até SÃO PAULO-SP

No início de 2013, após 01 ano e 02 meses residindo na cidade do Natal-RN, tivemos que retornar para uma temporada de trabalho em São Paulo. Valter foi em janeiro, de avião, pois tinha alguns compromissos. Eu decidi seguir viagem em fevereiro, levando nosso carro.
Como de costume, fiz todo “plano de vôo”:

Mapa geral da viagem


Tive como companheiras, minha cunhada Valéria e minha sobrinha Thiele.

Companheiras de viagem: Roberta, Thiele e Valéria Padulla


VÍDEO DA VIAGEM


Clique na imagem acima para ver o vídeo


1º DIA DE VIAGEM

Planejei como primeira etapa de viagem sair de Natal-RN e ir pernoitar em Feira de Santana-BA, um total de 1.060 Km.
FOTO MAPA 1 DIA

Saímos de Natal, no dia 10 de fevereiro de 2013, domingo de Carnaval, por volta das 05 horas da manhã, com o tanque do J3 cheio.
FOTO TRECHO ESTRADA NATAL

Na 1ª hora de viagem, rodamos 95km. Até este trecho a estrada é toda duplicada e possui radares apenas próximo dos perímetros urbanos.

Paramos na divisa de estado RIO GRANDE DO NORTE / PARAÍBA, para registrarmos a nossa passagem.

Divisa de estado Rio Grande do Norte e Paraíba
Descrição de Imagem: Thiele, Valéria e Roberta e ao fundo a Rodovia RB 101 e as placas indicando divisa de estado do Rio Grande do Norte e a Paraíba


Na 2ª hora de viagem, havíamos rodado 189km. Realizamos o trecho com uma velocidade média de 94km/h, pois a estrada é muito boa neste local. A rodovia BR 101 continua duplicado em toda a extensão do estado da Paraíba, em bom estado, mas vale a atenção para os vários radares fixos, principalmente próximas as áreas urbanas.

Na 3ª hora da viagem, o nosso rendimento caiu um pouco, pois realizamos uma parada para a foto na divisa da PARAÍBA / PERNAMBUCO e outra parada por motivo de obras na pista (próximo de Olinda-PE). Fizemos uma média de 85km/h neste trecho.


Descrição de Imagem: Valéria, Thiele e Roberta na divisa de estado da Paraíba com Pernambuco


Descrição de Imagem: trecho da estrada parado, por motivo de obras



Na 4ª hora de viagem, realizamos uma parada no município de Escada-PE, para o combustível e nos alimentarmos (R$ 90,21 de gasolina – R$2,75 por litro). Rodamos 339km e realizamos uma média de 64km/h, baixando bastante o rendimento da viagem, Pois neste trecho de Pernambuco a estrada possui trechos duplicados, outros em pista simples e outros em obras. Após a capital Recife, a rodovia não possui radares.


Na 5ª hora de viagem, paramos para foto na divisa de estado PERNAMBUCO / ALAGOAS. Rodamos até 428km e fizemos uma média de 89km/h. No trecho entre próximo a divisa de estado, as condições da rodovia é péssima!

Descrição de Imagem: Thiele, Valeria e Roberta, na divisa de estado de Pernambuco e Alagoas


Na 6ª hora da viagem, foi o trecho mais lento da manhã, por motivo de muitos trechos em obras de duplicação e desvios, alguns ativos e outros abandonados. Muitos buracos e lombadas mal sinalizadas. Não identificamos radares ao longo da rodovia neste trecho, mas também dificilmente se consegue ultrapassar a velocidade permitida da estrada. Rodamos até o momento 508km e uma média de 80km/h.


7ª hora da viagem, rodamos 583km, com uma média de 75km/h, pois as obras e os desvios foram freqüentes.


Na 8ª hora da viagem, paramos com 656 km rodados, as margens do Rio São Francisco, na cidade de fronteira entre ALAGOAS /SERGIPE, Propriá-SE, onde abastecemos (R$72,06 – R$2,96 por litro de gasolina) e almoçamos (frango frito, com salada, arroz, feijão verde, bata frita e para beber água, serviu bem 02 pessoas e ficou R$ 42,00).

Divisa de estado Sergipe e Alagoas
Descrição de Imagem: Roberta e Thiele, na divisa de estado entre Alagoas e Sergipe


Na 9ª hora da viagem não rendeu muito, considerando a parada que fizemos para o almoço, em Propriá-SE. Rodamos um total de 723km, sendo uma média de 67km/h. Passamos pela entrada para a capital Aracajú e neste trecho rodado havia trechos duplicados e outros em obras.


No trecho da 10ª hora de viagem, rodamos inteiro dentro do estado de Sergipe, com trechos duplicados e também trechos de estrada de pista simples. Completamos os 807km, com uma média de 84km/h.



Chegamos na Divisa de estado SERGIPE / BAHIA, na 11ª hora de viagem, com 891 km rodados, com uma média novamente de 84km/h, estávamos passando pelo município de Cristinópolis-SE. Até o momento os piores trechos foram no estado de Alagoas e Sergipe, por motivo das obras de duplicação, mas isso nos traz esperança que em breve serão trechos muito bons de se passar.

Divisa de estado Sergipe e Bahia
Descrição de Imagem: Thiele, Roberta e Valéria, na divisa de estado de Sergipe com Bahia


Na 12ª hora de viagem, estávamos no município de Entre Rios-BA, percorridos 966km, realizando uma média de 75km/h. Neste trecho a pista é toda simples.


Na última hora de estrada do dia, 13ª hora, chegamos em Feira de Santana, com 1.060km rodados e uma média de 94km/h. Isso nos indica que apesar da pista ser sem duplicação, a qualidade do asfalto é boa e o trânsito também, pois já era próximo das 19h e os caminhoneiros já haviam parado pelos postos da rodovia, para o horário de janta e descanso, o que nos facilitou muito este trecho final do dia.

Chegamos em Feira de Santana e fomos nos hospedar numa pousada na beira da rodovia, confortável, limpa, com TV e ar condicionado. A diária era de R$40,00 por pessoa, com direito a café da manhã (mas não desfrutamos, pois sairíamos antes das 6h da manhã no dia seguinte).


2º DIA DE VIAGEM

Descrição de Imagem: Mapa do trecho percorrido no 2º dia de viagem


No dia 11 de fevereiro de 2013, novamente por volta das 05 horas da manhã, já estávamos prontas para retornar a estrada, para nosso 2º dia de viagem.

Logo quando saímos da pousada, paramos no posto mais próximo e enchemos o tanque de gasolina (R$122,88 – R$2,90 por litro).

Descrição de Imagem: registro da estrada de saída de Feira de Santana, rumo ao sul 


Em nossa 1ª hora de viagem, completamos 1.163km rodados, com uma média de 63km/h, considerando a parada no posto de combustível. Também encontramos o 1º pedágio da estrada, no valor de R$3,10.

Na 2ª hora da viagem, foi o período que paramos para tomar o café da manhã, na cidade de Milagres-BA. O local se destaca de todo o trecho, um complexo de hotel e padaria de muita boa aparência e produtos deliciosos, vale a pena para lá. Um café da manhã bem servido, com misto quente e suco, fica em média de R$15,00 para 02 pessoas.

Descrição de Imagem: fachada da padaria e hotel e Milagres-Ba


A estrada até aqui é muito boa, apesar da pista ser sem duplicação, com vários postos de gasolina e não tem radar fixo.
O segundo pedágio da viagem também está neste trecho, no município de Milagres-BA, no valor de R$3,10.

Na 3ª hora de viagem, completamos 1.310 km rodados e percorremos em uma média de 83km/h. O trecho possui uma boa condição de estrada e asfalto, mas um trânsito grande de caminhões.



Na 4ª hora de viagem, completamos 1.372km, com uma média de 62km/h, próximo de Jequié-BA. Trecho de muitas curvas e caminhões, mas boa condição da estrada.
Passamos pelo 3ª pedágio da viagem, próximo ao KM 700 da BR 116 BA, no valor de R$3,10.

Na 5ª hora de viagem, completamos 1.448km/h, numa média de 76km/h o trecho.
Passamos pelo 4º pedágio da viagem, no mesmo valor, R$3,10.

Quando completamos a 6ª hora, com 1.503km rodados, paramos também para abastecer (R$104,05 – R$2,95 por litro de gasolina), próximo a Vitória da Conquista-BA. Fizemos o trecho com uma média de 55km/h, por motivo de trânsito de caminhões e ser pista simples, dificultando a ultrapassagem. Mas a condição da estrada é boa!
Passamos pelo 5º pedágio da viagem, no km 874 da BR 116-BA, no valor de R$3,10.

Na 7ª hora da viagem estávamos na cidade de Candido Sales-BA e completamos 1.590km, realizando numa média de 87km/h.
Ao completarmos 1.616km de viagem, chegamos na divisa de estado BAHIA / MINAS GERAIS.

Descrição de Imagem: Valéria, Thiele e Roberta, na divisa de estado Bahia e Minas Gerais


Na 8ª hora de viagem, completamos 1.659km rodados, com uma média de 69km/h, passando por trechos muito bonitos, de enormes formações rochosas.

Descrição de Imagem: Algumas das formações rochosas ao longo da estrada


Neste trecho de serra, com 1.730km rodados, o carro começou a apresentar pane elétrica, desligando o marcador de velocidade e giro, também apresentando pequenas falhas de motor. Fiquei preocupada, apesar de procurar disfarçar para não preocupar as companheiras de viagem. Fiz pensamento positivo para chegar logo uma cidade e parar numa oficina.

Completados 1.742km, chegamos na 9ª hora de viagem, na cidade de Itaobim-MG. Parei numa oficina elétrica na beira da estrada, para verificar o ocorrido e naquela hora que desliguei e liguei o carro novamente, para o funcionário avaliar, o carro voltou a funcionar tudo direito. Ele explicou que pela região possuir muitas rochas magnéticas, as vezes ocorre mesmo pane elétrica nos carro e se acontecesse novamente, era só parar, ligar e desligar o carro e seguir viagem. Pois foi exatamente isso que fizemos por diversas vezes, sem grandes transtornos.

Procurando focar em coisas positivas, logo a frente, no trecho de 1.788km, na serra próxima a cidade de Padre Paraíso-MG, é a região de pedras preciosas.

Na 10ª hora completada da viagem, rodamos 1.829km, com uma média de 87km no trecho.

Na 11ª hora da viagem, completamos 1.914km, trecho após a cidade de Teófilo Otoni. Fizemos em cerca de 85km/h.
Na 12ª hora de viagem, completamos 2.012km rodados, numa média de 98km/h.

Logo depois, com 2.012km rodados, chegamos em Governador Valadares-MG, onde decidimos pernoitar.


Descrição de Imagem: foto panorâmica de Governador Valadares-MG


Nos hospedamos num hotel no centro da cidade, bem perto da praça central, onde a noite aconteceu uma festa de carnaval de rua, bem gostosa e familiar. Tomamos um lanche próximo ao hotel e depois passamos para dar uma olhada na festa. Retornamos ao hotel, tomamos banho e fomos dormir, pois levantaríamos cedo no outro dia.


Pagamos R$60,00 na pernoite do Hotel (quarto triplo).
3º DIA DE VIAGEM


Descrição de Imagem: Mapa do trecho percorrido no 3º dia de viagem

No dia 12 de fevereiro de 2013, retornamos para a estrada as 03:20hs horas da manhã.

Logo quando saímos da hotel, paramos no posto mais próximo e enchemos o tanque de gasolina (R$122,45 – R$2,97 por litro).



Em nossa 1ª hora de viagem, completamos 2.095km rodados, com uma média de 65km/h, considerando a parada no posto de combustível.
A estrada, neste trecho, é simples, mas com boa qualidade de asfalto e sinalização.

Na 2ª hora da viagem, completamos os 2.182km total de viagem, com 87km/h neste trecho.

Na 3ª hora de viagem, completamos 2.252 km rodados e percorremos em uma média de 70km/h.
Paramos para tomar café no Graal de João Monlevade (R$21,15).
Retornamos para a estrada as 07h53 e após João Monlevade, a estrada estava com trechos de buracos e vários radares.

Na 4ª hora de viagem, completamos 2.295km, com uma média de 43km/h.
Trecho de serra e com movimento de carro maior.

Na 5ª hora de viagem, completamos 2.371km/h, numa média de 76km/h o trecho, em Contagem-MG.
Paramos para combustível (R$85,00 – 2,99$/L).
Passamos também por um pedágio R$1,40.

Quando completamos a 6ª hora, com 2.459km rodados, e 88km/h.
Passamos por mais um pedágio R$1,40 e uma parada no Graal as 10h52.

Na 7ª hora da viagem estávamos na Rodovia Fernão Dias / MG e completamos 2.538km, realizando numa média de 79km/h.
Passamos por mais dois pedágios de R$1,40 cada.

Na 8ª hora de viagem, completamos 2.620km rodados, com uma média de 82km/h, na Fernão Dias / MG.
Paramos no Graal de São G. do Sapucaí-MG para colocar combustível (R$73,00 – 3,09$/L).
Também passamos por um pedágio de R$1,40.

Completados 2.692km, chegamos na 9ª hora de viagem, na Rodovia Fernão Dias-MG. Percorremos este trecho numa média de 72km/h.
Passamos por um pedágio R$1,40.
Também foi neste trecho que passamos pela Divisa de Estado Minas Gerais e São Paulo (2.796km da viagem).

Na 10ª hora completada da viagem, rodamos 2.797km, com uma média de105 km/h no trecho.
Passamos por dois pedágios de R$1,40.


Na 11ª hora da viagem, nossa viagem até a cidade de São Paulo.