CONTATO: valter.roberta.padulla@gmail.com

domingo, 24 de abril de 2011

ALEMANHA - Vôo São Paulo / Frankfurt aM (conexão Rio de Janeiro)

ALEMANHA - Vôo São Paulo / Frankfurt aM (conexão Rio de Janeiro)


Como planejado, chegamos ao aeroporto de Cumbica em São Paulo às 15h30 e já realizamos o check in do nosso vôo, não nos esquecendo de solicitar o anexo da pontuação referente à Fidelidade TAM, para utilizarmos em futuras viagens.

Apesar de termos programado não despacharmos as mochilas, não conseguimos chegar ao peso ideal para levá-las como bagagem de mão, pois ultrapassava poucos kilos e resolvemos não arriscar, mesmo reduzindo os itens de nossa lista inicial de bagagem.
Sendo assim, decidimos acomodar na mochila maior (do Valter) as coisas mais pesadas e após fecharmos, embalamos com filme de PVC caseiro, que tem o mesmo efeito daquele material utilizado nos aeroportos. 

Descrição de Imagem: Valter e Beto (pai da Beta) envolvendo a mochila com filme PVC e o Nando "supervisionando" o serviço.

Após o check in, seguimos o conselho da Vivian (irmã do Valter) em dar uma passada pelo balcão da Receita Federal do Aeroporto com o objetivo de nos certificarmos se seria necessário declarar que estávamos portando um notebook e uma câmera fotográfica na bagagem de mão e assim poupar problemas possíveis no regresso ao Brasil, mas fomos informados que não se emite mais esse tipo de declaração e a preocupação é no sentido de no regresso ao país verificar se o equipamento já possui sinal de uso e a soma dos mesmos está dentro do valor permitido. 



VÍDEO VIAGEM DE AVIÃO 

SÃO PAULO / FRANKFURT 
(com conexão no Rio de Janeiro)

CLIQUE NA IMAGEM ACIMA PARA VISUALIZAR O VÍDEO



Com tudo resolvido, nos dirigimos para a ala de embarque, mas como nosso primeiro destino era o Rio de Janeiro, embarcamos pela ala nacional.

O Vôo (JJ3510) saiu no horário previsto (17h55) e chegou também dentro do horário no Aeroporto do Galeão.

Descrição de Imagem: Valter e Beta no vôo São Paulo/Rio de Janeiro
Nosso embarque na aeronave foi realizado via ônibus e não pelo túnel suspenso (finger). Ao chegarmos próximo ao avião, estranhamos uma quantidade grande de funcionários da TAM no local.

Realizamos o embarque pelas escadas de acesso e logo após nos acomodarmos em nossos lugares, antecipadamente reservados, todas aquelas pessoas começaram a entrar também.

Conforme foram passando por nós, verificamos que eram integrantes de equipes de tripulação da TAM (comandantes, pilotos e comissários). Eles eram tantos que tínhamos a impressão que ocuparam mais da metade dos assentos. Ao perguntarmos para um deles que sentou-se próximo a nós, soubemos que se tratava de um procedimento padrão da Tam de transporte de funcionários que pertencem a vôos que tem sua origem no Rio de Janeiro.

Neste trecho São Paulo - Rio de Janeiro, serviram um lanche.



Descrição de Imagem: visão do nosso vôo de chegada ao Rio de Janeiro

Ao desembarcarmos no Aeroporto do Galeão, tivemos que sair para o saguão e nos dirigir até a ala de embarque internacional.

Neste momento nos deparamos com diversos banners informativos sobre os Jogos Mundiais Militares, que serão realizados em julho, no Rio de Janeiro.


Descrição de Imagem: Valter no saguão do Aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro
Após entrarmos pelo portão de Embarque Internacional do Galeão, passarmos pela Polícia Federal e seguirmos para a sala de espera de embarque internacional.
Descrição de Imagem: Beta no Duty Free do Aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro



No horário previsto (21h48) saiu nosso voo para Frankfurt aM (JJ 8068), com chegada também pontual (14h40).
OBS: Existe uma diferença de fusorário entre Brasil e a Alemanha, que na época de nossa viagem será de 05h.

Descrição de Imagem: Valter e Beta no vôo do Rio de Janeiro para Frankfurt aM



Durante o vôo a Tam serviu, logo após a decolagem no Rio de Janeiro, um jantar com prato principal de opção entre massa e frango e antes da chegada a Frankfurt aM um café da manhã (foto abaixo).

Descrição de Imagem: Café da manhã serviço no vôo Sp/Frankfurt a M





O desembarque foi realizado com tranquilidade, mas também foi realizado via ônibus, uma vez que o avião estacionou bem longe do prédio principal do Aeroporto de Frankfurt aM.


Descrição de Imagem: Aeroporto de Frankfurt aM





Descrição de Imagem: Beta no interior do ônibus de desembarque de passageiros do aeroporto de Frankfurt aM


O momento de passagem pelas autoridades alemãs, quanto ao acesso as bagagens, também ocorreu com bastante tranquilidade.

Descrição de imagem: Valter aguardando a bagagem na seção de esteira do Aeroporto de Frankfurt aM

Descrição de Imagem: Beta na ala de desembarque do Aeroporto de Frankfurt aM




sexta-feira, 8 de abril de 2011

FAZENDO AS MALAS PARA A ALEMANHA


FAZENDO AS MALAS

Como planejamos nossa viagem de forma a ser bem prática, decidimos aderir ao estilo mochileiro, desta forma, lavaremos apenas o básico, pois não pretendemos nem ter que despachar a bagagem no aeroporto e sim embarcarmos como bagagem de mão.

OBS: Para embarque no Brasil pela TAM, é permitido levar uma mala e um item pessoal por passageiro, desde que:
1.     Eles não pesem mais de 18 kg (40 lb);
2.     A mala não tenha mais de 114 cm (45 pol.) e o item pessoal não tenha mais de 91 cm (36 pol.) na soma de comprimento + largura + altura, de modo que caibam no bagageiro superior ou embaixo do assento;
3.     Entre os itens pessoais, estão: bolsa pequena, pasta, laptop ou um item semelhante, como mochila ou sacola, que não exceda 91 cm (36 pol.) (comprimento + largura + altura) e caiba embaixo do assento.
4.     Os itens adicionais permitidos, além dos itens anteriores com as devidas restrições, são:
• Casacos/cachecóis/chapéus;
• Livro ou jornal;
• Saco pequeno com alimentos para comer durante o vôo - consulte as diretrizes sobre líquidos;
• Assento de segurança aprovado para
crianças pagantes ou de colo;
• Carrinho para crianças pagantes ou de colo;
• Bolsa com fraldas para crianças pagantes ou de colo;
• Dispositivos de auxílio para passageiros, como cadeiras de roda, andadores e aparelho de CPAP;
• Oxigênio terapêutico fornecido pela companhia aérea.
5.     Diretrizes Específicas por Destino
6.     Os líquidos na bagagem de mão devem ser armazenados em recipientes individuais com capacidade máxima de 100 ml (3,4 oz.) cada. Todos os líquidos, géis e aerossóis em recipientes com mais de 100 ml devem ser embalados e despachados na sua bagagem no check-in;
7.     Os recipientes devem ser embalados em uma bolsa plástica transparente, com fecho hermético na parte superior, que não exceda 20 cm x 20 cm (8 pol. x 8 pol.) ou o equivalente à capacidade de um litro por passageiro;
8.     Os itens devem ser confortavelmente distribuídos no saco, permitindo que ele seja totalmente fechado e enviado para inspeção separadamente da outra bagagem de mão;
9.     Os líquidos adquiridos no saguão podem ser levados para a aeronave;

As exceções à regra de líquidos aplicam-se a medicamentos em forma líquida ou leite/alimentos para bebês. Consulte as diretrizes da TSA para viagem com leite materno e substitutos ou suco*.

10.  Para passageiros de vôos internacionais com conexões nos Estados Unidos, líquidos/géis/aerossóis adquiridos no Duty Free de 100 ml ou menos podem ser levados para a aeronave após a liberação na alfândega apenas se o item estiver em uma pequena bolsa plástica transparente, com fecho hermético na parte superior. Caso contrário, esses itens serão confiscados.Podem ser aplicadas condições adicionais; consulte o gráfico;
11.  Compras em Duty Free - líquidos adquiridos no Duty Free em uma empresa da União Européia (UE) ou em um aeroporto da UE são permitidos apenas quando adquiridos no mesmo dia da viagem. As compras de líquidos em Duty Free devem ser carregadas em uma bolsa com lacre visível e exibir uma prova de que o líquido foi adquirido no dia da viagem. Consulte o gráfico de restrições na China, no Japão e na Índia.



Já sabemos que na Alemanha as regras quanto a bagagem de mão são mais rígidas, por este motivo pensamos em despachá-las no check in do aeroporto quando regressarmos ao Brasil, uma vez que nosso vôo não terá escalas entre Frankfurt e São Paulo.




Temos plano que se não der para lavar roupa ou faltar, compramos no caminho.


Para este fim, nossa lista se resume em (incluindo o que já vamos usando no dia do embarque):

- Nécessaire com produtos de higiene pessoal já em potes pequenos e adequados para viagens aéreas;
- 02 toalhas de banho básicas;
- 02 lençóis de solteiro c/ fronha;
- 04 mudas de roupas íntimas;
- 04 camisetas básicas;
-  02 calças jeans;
- 01 calça de abrigo;
- 01 pijama;
- 01 agasalho fino;
- 01 jaqueta c/ capuz impermeável próprio para frio/neve;
- 02 pares de tênis;
- 01 par de Chinelos;
- Roupa de banho (maiô e sunga);
- Gorro, luvas, cachecol, protetor de orelha, boné;
- Máquina fotográfica;
- Notebook;
- Cabos, carregadores, bateria extra, cartão memória e pen dive.


Claro que não nos esquecemos do protetor solar para a pele e os lábios. Também os óculos escuros com fator de proteção adequado.




ACEITAMOS SUGESTÕES E DICAS...


OUTRAS POSTAGENS DE NOSSA VIAGEM PELA ALEMANHA

Viagem de ônibus de retorno - San Pedro de Atacama à Santiago


8º dia de viagem – (Continuação..) Ùltimos momentos em San Pedro de Atacama.

Após tomarmos café, pegamos nossas malas e Angélica (a dona do hostel onde estávamos hospedados) nos deu uma carona até a “rodoviária” da cidade.

Descrição de Imagem: Rodoviária de San Pedro de Atacama

Descrição de Imagem: Nando e Valter aguardando o ônibus na rodoviária de San Pedro de Atacama



A temperatura estava por volta de zero grau, apesar do sol e de estarmos no meio do deserto.

Descrição de Imagem: Termômetro marcando zero grau

Nosso ônibus saiu de San Pedro de Atacama por volta das 8h50. Foi interessante, pois pudemos ter uma vista da estrada que não tivemos quando chegamos, uma vez que na ocasião já havia anoitecido. (vide viagem de ônibus ao Deserto de Atacama e Vídeo viagem de ônibus ao Deserto de Atacama).

Descrição de Imagem: nosso ônibus momentos antes da partida de retorno à Santiago

Descrição de Imagem: Deserto de Atacama, vista de dentro do ônibus

















VÍDEO Hospedagem no deserto de Atacama - Chile

HOSPEDAGEM EM SAN PEDRO DE ATACAMA


8º dia de viagem – (Continuação..) Últimos momentos no Hostal Vilama em San Pedro de Atacama. (14/07/2010)

Acordamos bem cedo na nossa última estadia em San Pedro de Atacama, no Hostal Vilama, um local simples, mas muito bonito, agradável e limpo. Sentimos falta apenas de aquecedores no quarto, pois a noite fazia muito frio... Porém havia cobertores suficientes para nos aquecer, o problema era a coragem para sairmos debaixo deles...

Descrição de Imagem: Beta e Nando em frente ao Hostal Vilama em San Pedro de Atacama

Descrição de Imagem: Porta do nosso quarto no Hostal Vilama


Descrição de Imagem: Nando e Beta ainda embaixo as cobertas no quarto do Hostal Vilama

O café da manhã, incluído na diária, era servido no quarto, em horário que se combinava na noite anterior com Angélica (a dona do Hostal). Servido na bandeja, era também simples, mas com itens suficientes para um nutritivo desjejum.  

Descrição de Imagem: Nosso café da manhã no Hostal Vilama

As dependências do hostal era estilo rústico, mas tudo bem limpo e organizado.

A nossa estadia incluiu 3 diárias em quarto triplo e pagamos o valor de CLP 111.000 (+/- R$ 372,00).

Por não ter internet wireless, quando chegava a noite, utilizávamos o computador do próprio hostal, que ficava dentro da residência de Angélica e isso nos forçava a sermos o mais breve possível, enviando apenas um e-mail para o filho Henrique, que ficou no Brasil.


Descrição de Imagem: Folder do Hostal Vilama

POSTAGENS REFERENTES A ESSA VIAGEM AO DESERTO DE ATACAMA:

1.    VIAGEM DE ÔNIBUS AO DESERTO DE ATACAMA