CONTATO: valter.roberta.padulla@gmail.com

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

ALEMANHA - REICHSTAG

REICHSTAG


Após visitarmos o Portão de Brandemburgo, seguimos a pé por cerca de 350 metros de distância, em direção a Platz der Republik, onde se encontra o Reichstag. 

Mapa do trajeto do Portão de Brandemburgo até o Reichstag
Se preferir chegar ao local de metrô, utilize a estação Bundestag, linha U55 do metrô.



Valter e ao fundo o edifício Reichstag


HISTÓRIA DO LOCAL

     Quando o imperador Guilherme I colocou a pedra fundamental em 1882, não imaginava que os acontecimentos que mudariam os rumos da nação estariam intimamente ligados ao edifício. Portanto, Destruir o Reichstag seria o mesmo que destruir grande parte da memória alemã. Por várias vezes houve esta tentativa, mas ele permaneceu lá. Os amantes da história agradecem.
Foi nele que Philipp Scheidemann proclamou a primeira República alemã, em novembro de 1918.
Foi por causa do terrível incêndio no edifício em 27 de Fevereiro de 1933, que Hitler achou razões para comprometer a democracia.
Foi nele que os Russos estenderam a sua bandeira, no dia 2 de Maio de 1945 no fantástico avanço sobre Berlim.
Foi o Reichstag o edifício escolhido para a cerimônia oficial da reunificação no dia 3 de Outubro de 1990.
Foi ele o edifício da nova política, quando se decidiu transferir a capital para Berlim.
Uma estranha curiosidade marca a relação do Reichstag com Hitler. Durante os 12 anos de domínio do Terceiro Heich, o edifício se resguardou de ser utilizado pelo nazismo. Em vez disso, nas vezes em que houve convocações, foi usado um edifício em frente.
Hoje, com a sua nova cúpula, símbolo de um futuro de esperança e de uma política de abertura, o Reichstag é aberto à visitação durante o ano inteiro e sem nenhum custo.
O mundo precisa conhecer esta história. Se o mundo não tivesse intervido ou se a Alemanha nazista tivesse saído vitoriosa, este prédio estaria incorporado na Welthauptstadt Germania ( Capital Mundial ).  Germania era o nome que Adolf Hitler deu à renovação projetada para a capital alemã, Berlim .
      Com a transferência do governo alemão de Bonn para Berlim, o prédio foi reinaugurado em 19/04/99 como sede do Parlamento.
      

     A cúpula do edifício é toda revestida de vidro, possui espelhos em seu interior que refletem a luz solar proporcionando iluminação natural ao plenário.
      Subir ao seu espetacular terraço vale a pena. Desde aí, os líderes ocidentais, mostravam aos visitantes como era o lado este de Berlim, uma vez que o muro percorria a parte oriental do edifício.




Ao lado do edifício existe um monumento que entendemos como sendo em homenagem as vítimas da Guerra.

Parte do monumento feito de lascas de pedras com nomes gravados

VISITA AO INTERIOR DO REICHSTAG


     Segue neste momento um dica muito importante, para que não ocorra com você o que ocorreu conosco: “ser barrado no baile literalmente”, por não have mais vagas para visitação, pois não fizemos reserva antecipada.
   Pois bem, chegamos logo cedo no local, tanto que os seguranças ainda estavam organizando o acesso de entrada dos visitantes. Pensamos: “nossa, que bom, seremos os primeiros a entrar”. Mas ao nos informamos onde adquirir os ingressos, nos perguntaram se tínhamos realizado a reserva para a visita. Pois se não estamos incluídos em nenhum grupo de turismo, necessitamos de reserva antecipada, que deve ser feita pela internet, de 7 a 10 dias de antecedência. Tanto é fato que logo depois, enquanto tirávamos foto do lado de fora do prédio, os ônibus de turismos começaram a chegar e as pessoas a se organizarem na fila de entrada.
Visitas à cúpula do Reichstag são possíveis apenas para quem tem reserva no restaurante anexo ou para quem solicita reserva antecipada para visita guiada. 
A entrada no Reichstag é gratuita.
Informações: http://www.bundestag.de/htdocs_e/visits/kupp.html (Depois de preencher com seus dados, basta escolher a data e o horário desejados e comparecer em frente ao Parlamento com, no mínimo, 15 minutos de antecedência, justamente para passar por todos os procedimentos de segurança.)
Melhor horário para visita as 8h, quando abre, visita gratuita em grupos de cerca 30 pessoas. 
Todos tem que passar por detector de metais, por medida de segurança, afinal ali estão os principais políticos da Alemanha. 



Esta foto não pertence ao nosso arquivo pessoal (by internet)

Como comentamos, não pudemos realizar a visita, que segundo informações que coletamos, deve ser muito bonita, segue algumas informações:

"Um grande elevador leva todo o grupo até o alto do Reichstag, pois a visitação acontece no interior de sua cúpula. Saindo do elevador há um balcão para receber os audio-guias que são fundamentais para aproveitar ao máximo a visita. Conforme a pessoa anda pela rampa, há plataformas que sinalizam o inicio de uma nova explicação e um sensor automaticamente ativa o audio-guia. Fica aqui uma dica: o passeio começa na cúpula e finaliza pelo terraço ao redor dela. A visita guiada dura aproximadamente 30 minutos e é bem interessante. Tem uma explicação detalhada sobre diversos pontos de Berlim além de narrar fatos históricos e curiosidades sobre a cidade."

Do Reichstag, seguimos caminhando em sentido a ILHA DOS MUSEUS, que será nossa próxima postagem.



ALEMANHA - PORTÃO DE BRANDEMBURGO


PORTÃO DE BRANDEMBURGO



Iniciamos nosso passeio por Berlim bem cedo, pois ao pesquisarmos, verificamos que alguns locais deveriam ser visitados no início do dia, senão a fila que se forma chega a ser gigantesca, são eles: Reichstag e a Berliner Fernsehturm (Torre de Tv).
Pegamos o metrô (U55) (também serve: S1 – S2 – S25) e descemos na estação Brandenburger Tor (Portão de Brandemburgo), que se localiza próximo a Porta de Brandemburgo.
Localiza-se na extremidade oeste da Unter den Linden (avenida mais famosa da cidade).

Mapa com estação Metrô Brandenburger Tor (Portão de Brandemburgo) até a Portão de Brandemburgo
VÍDEO DO NOSSO PASSEIO PELO PORTÃO DE BRANDEMBURGO


Clique na imagem acima para assistir ao vídeo

HISTÓRIA DO PORTÃO DE BRANDEMBURGO

         O símbolo por excelência de Berlim. Uma estrutura neoclássica inspirada no Parthenon de Atenas.
        Também foi o símbolo da Alemanha dividida (dividia a parte ocidental de Berlim da parte oriental).
      Como já abordado anteriormente, No início do séc XVIII, Frederico III de Hohenzollern, sucessor de Frederico Guilherme, transforma Bradenburgo num reino, tendo sido coroado como Frederico I da Prússia e construiu o monumento na estrada do reino. 
     A Quadriga, símbolo de orgulho para a Prússia, existente em cima do monumento, foi levado por Napoleão Bonaparte para a França no início do Séc XIX, quando vence os prussianos, mas em 1814, quando voltou à cidade e foi o símbolo da vitória. Foi nessa época que, a deusa que está no topo, recebeu um bastão episcopal com a águia prussiana e a cruz de ferro com uma coroa de louro. A porta foi o cenário de importantes eventos como o nascimento do Terceiro Reich de Hitler e a ocupação russa de 1945. Dos lados da porta ainda se encontram um par de pavilhões utilizados pelos guardas.

Roberta e ao fundo o Portão de Brandemburgo
      
Em 30/01/33, Adolf Hitler foi nomeado chanceler. Hitler desejava demolir e reconstruir Berlim, no projeto conhecido como Welthauptstadt Germania (Germânia, a capital do Mundo), o arquiteto proposto para esta nova cidade foi Albert Speer, porém o projeto nunca seria finalizado. Em 1939 com a invasão da Polônia, iniciava-se a 2ª Guerra Mundial que se estenderia até 1945, altura em que a Alemanha perde a contenda e Berlim é invadida pelo exército vermelho. A partir de 1940, Berlim sofreu inúmeros bombardeamentos, especialmente no último ano da guerra, tendo a maioria dos edifícios ficado em ruínas.

Imagem da época da II Guerra Mundial, a destruição ao redor do Portão de Brandemburgo 

       O Portão de Brandemburgo está situada no meio da Pariser Platz, que consiste numa praça que abriga também em sua área os prédios de embaixadas e do Parlamento.


Valter na Pariser Platz e ao fundo o Portão de Brandemburgo

       Na Pariser Platz, Valter encontra com um policial e conversam um pouco sobre o policiamento em Berlim. Pedimos autorização para registrar esse momento de intercambio profissional.

Valter e o policial de Berlim


       Foi restaurada em 2002, recebeu um sistema de iluminação que a deixa mais imponente ainda vista a noite.

Depois, seguimos a pé até a Reichstag (cerca de 350m). Veja no próximo post.

links dos passeios realizados em nossa viagem pela Alemanha no 5º dia:


OUTRAS POSTAGENS DE NOSSA VIAGEM PELA ALEMANHA

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Pôr do Sol ao som do Bolero de Ravel

PÔR DO SOL AO SOM DO BOLERO DE RAVEL


Clique na imagem acima para assistir ao vídeo


(POSTAGEM EM CONSTRUÇÃO)

Almoço em João Pessoa

ALMOÇO NA ORLA DE JOÃO PESSOA

Saímos de Natal-RN e chegamos em João Pessoa-PB, na hora do almoço. 

Fizemos o Chek in no Hotel Igatu e resolvemos almoçar no quiosque do calçadão da praia de Cabo Branco, bem em frente do Hotel.

Já conhecíamos o restaurante "A mineirinha". Gostamos do local por ter um ambiente agradável, uma brisa do mar muito gostosa e uma comida gostosa.

Hoje nosso cardápio foi:
ENTRADA: Bolinhos de macaxeira com recheio de carne seca e lagosta com limão e azeite.
PRATOS PRINCIPAIS Camarão a Termidó (assim que está a grafia no cardápio...kk) e Filé na manteiga. Muito gostoso!


Lagosta que será degustada por Roberta




Valter e o filé

Roberta, depois da lagosta e agora o camarão


Valter e Roberta na orla de João Pessoa - PB


Clique na imagem acima para assistir ao vídeo